Esta página é protegida por senha. Você pode visualizá-la somente após digitar a senha.


   

                                    Música: Desabafo             Álbum: Canções Juvenis       
  Clique em play, escute on-line                                   (Miguel Filho)             
Ano:  2010
                                                                          Tempo: 4'05''
 


                                                                                        
                                    

cancoesjuvenis_imagem_site_desabafo_1

DESABAFO

(Miguel Filho)

Um canto é pouco pra dizer, uma palavra não dirá,

porque nada é certo por aqui, nem mesmo o incerto em hora “h”.

 

Então eu danço, eu me balanço, ora esqueço de lembrar

que sou de outros ares, que aqui não foi nem é lugar.             

 

Inventar-se é toda hora, cada minuto, cada segundo até passar,

enquanto durmo, teu relógio jamais me deixa descansar.    

 

Se corro agora, o dia vem; se fico, espero, a noite cai.

Tempo ao tempo gasta o corpo, e volta a vida a procurar.         

 

Tudo mais a gente aceita, vira o rosto até achar

novas portas, impenetráveis portas, que se abrem e fecham sem cessar. 

 

Avisto ao longe só o que quero, cegos morcegos ao que devem enxergar,
Me engana o véu que tudo posso; por que não posso te encontrar?



Vocal , Violão 6 cordas, Órgão, Piano, Guitarra acústica, Guitarra solo, Guitarra slide, Teclados, Baixo e Bateria eletrônica.


FICHA TÉCNICA

Produção musical, letra, música, arranjo, execução vocal e instrumental por Miguel Filho.

Gravação, mixagem e masterização: Digital Recording Studio Roland Boss BR- 900CD.

Gravado durante o verão de 2010. 
Direitos autorais reservados. Copyright by Miguel Attie Filho

Escritório de Direitos Autorais / EDA /  Fundação Biblioteca Nacional  / Rio de Janeiro.

Álbum: Canções Juvenis / Lado A



DESABAFO

(Miguel Filho)

 

         Am                Em                 Am             Em 

Um canto é pouco pra dizer, uma palavra não dirá,

       Am                Em                 Am                           Em 

porque nada é certo por aqui, nem mesmo o incerto em hora “h

 


 
Am                   Em                 Am             Em

Então eu danço, eu me balanço, ora esqueço de lembrar

      Am                Em            Am                   Em

que sou de outros ares, que aqui não foi nem é lugar.          

 


Am                Em                 Am                                  Em

Inventar-se é toda hora, cada minuto, cada segundo até passar,

             Am                Em                 Am                  Em

enquanto durmo, teu relógio jamais me deixa descansar.   

 


[Solo]

C/ Em C/Em   C/ Em C/Em  G/F/ E7 G/F/E7 

 Am  F/E7  F/E7  F/E7    Am/Em     Am/Em        

 

 

     Am                Em                 Am               Em

Se corro agora, o dia vem; se fico, espero, a noite cai.

Am                        Em                 Am                 Em

Tempo ao tempo gasta o corpo, e volta a vida a procurar.           

 

Am                Em                 Am             Em

Tudo mais a gente aceita, vira o rosto até achar

Am                             Em                   Am                          Em

novas portas, impenetráveis portas, que se abrem e fecham sem cessar. 

 


Am                Em                          Am                                 Em

Avisto ao longe só o que quero, cegos morcegos ao que devem enxergar,

Am                            Em              Am                      Em

Me engana o véu, que tudo posso; por que não posso te 
encontrar?



 


           
           


   Álbum Canções Juvenis
 2010

              Baixe o arquivo e escute a música em seu computador

       Desabafo (Arquivo de mp3)



   Powered by UOL Cloud Computing
 



 

 




   









Licença Creative Commons

AVISO:  O uso deste website só é permitido  para f ins pessoais, escolares e filantrópicas, sendo expressamente proibido a comercialização de suas partes sob qualquer modo ou pretexto. Todas as produções de texto, música e imagem são propriedade intelectual de domínio do autor.  Copyright by Miguel Filho, licenciada por Creative Commons - Atribuição - Uso Não-Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada. Permissões adicionais ao âmbito desta licença podem estar disponíveis em artes@miguelfilho.com.br. As publicações eletrônicas, textos, som e imagens impressas ou virtuais são propriedades intelectuais do autor, cujo Copyright é protegido pela legislação vigente de Direitos Autorais, LEI 9.610 de 19 de fevereiro de 1998, Código Civil e Lei da  Criminalidade na Internet -  Escritório  de Direitos Autorais da Biblioteca  Nacional do Rio de Janeiro.  Denuncie o plágio ou mau uso da internet em www.denuncia.uol.com.br  ou entre em contato artes@miguelfilho.com.br. Leia, também, nossa Política de Criação e Publicidade e os Termos e Condições de uso deste site. Este website, criado em 2010, foi produzido por uol host service

 
  Site Map